ESCLARECIMENTO

Para esclarecimento público, e cabal, da questão relacionada com a realização do evento “Casamento da etnia cigana”, o Presidente desta Junta de Freguesia, António Montezo, vem informar o seguinte:

  1. Os casamentos da etnia cigana são comemorações socioculturais marcantes daquela cultura, e, sempre se realizaram nesta freguesia desde os anos 50/60 do século passado. Não há muitos anos estas celebrações realizavam-se no campo de futebol, com os inconvenientes que isso acarreta;
  2. Ao contrário de algumas localidades, nesta freguesia não existe, por enquanto, um local fixo e minimamente preparado para levar a cabo esse tipo de eventos;
  3. Desta vez o promotor da família do noivo, residente na freguesia, apresentou um requerimento no dia 24/8 solicitando a realização da cerimónia, marcada para dias 27 e 28 do corrente mês;
  4. Atendendo ao estado pandémico, segundo a RCM nº 63-A/2020 de 14 de agosto, os eventos ao ar livre não devem exceder as 20 pessoas, salvo se pertencerem ao mesmo agregado familiar, mantendo as regras de distanciamento e demais orientações;
  5. Após dar conhecimento às autoridades do concelho, nomeadamente GNR e Protecção Civil, recebemos uma informação da autoridade de saúde dando conta que se opunha à realização, antes sugerindo apenas uma realização familiar, dentro dos números legais e das regras em vigor;
  6. Chamado o promotor do evento, e explicada a situação, o pai do noivo para fazer face a despesas já efectuadas com o evento, assumiu por escrito o cumprimento das regras;
  7. Foi neste pressuposto que a Junta de Freguesia, na pessoa do seu Presidente, assumiu de boa- fé autorizar a realização do evento;
  8. Na sexta-feira, dia 28/8, verificado o excesso de pessoal convidado na cerimónia, a GNR, a Junta de Freguesia e o promotor do casamento, rapidamente concluíram que haveria que desmobilizar pessoas e viaturas do local, o que foi feito de forma ordeira e urbana;
  9. A Cerimónia terminou cerca das 19.00 horas;
  10. Em resultado do compromisso assinado, o promotor vai proceder à limpeza do terreno utilizado.

É esta a verdade dos factos!

A Junta de Freguesia de Póvoa de São Miguel actuou sempre em articulação com as autoridades competentes, autorizando a realização do evento sob condições, que resultaram de compromisso assumido com o promotor.

Não pactuará com a maledicência e com comentários que visam alimentar o ódio e a discriminação.

Só conseguimos superar os problemas juntos na defesa do que é melhor para a nossa terra.

Póvoa de São Miguel, 30 de Agosto de 2020

 

O Presidente da Junta de Freguesia

António Montezo

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here